E espero, iludido, pelo teu amor quando sei que a tentação dorme ao teu lado mais assiduamente que eu.
 Desconhecido

   Olhos vazios e mãos quentes num corpo desabitado. Portas trancadas em ruas sem saída. Tentativas vãs. Insónias de noites sem ti. 
Desconhecido

The Dreamers

 Dei-te um mês da minha vida e um mês é de valor.
E tu podes ser bastante querida mas, não é preciso dor para provar o desamor.
B Fachada - O Desamor

 Eu não sou normal.
Eu não quero ser igual.
Isso é virar um homem,
Que eu não sou.
Ornatos Violeta

 Procuro despir-me do que aprendi
Procuro esquecer-me do modo de lembrar que me ensinaram,
E raspar a tinta com que me pintaram os sentidos,
Desencaixotar as minhas emoções verdadeiras,
Desembrulhar-me e ser eu…
Alberto Caeiro 

a pele em que habito

Sem comentários:

Enviar um comentário

--