Tenho saudades da ilha. Tenho saudades das flores. Saudades do mar.
Temos sempre saudades dos lugares onde fomos felizes.


O toque de alguém, dizia ele, é o verdadeiro lado de cá da pele. Quem não é tocado não se cobre nunca, anda como nu. De ossos à mostra. E amar uma pessoa é o destino do mundo.
Valter Hugo Mãe, O Filho de Mil Homens

Sem comentários:

Enviar um comentário

--