Sobre as cartas que a Adriana me escreve...

"És a doçura das pastelarias quando as vitrines estão vazias.
Tu és água de um chafariz, onde os romenos, romenas, cães, cadelas, ciganos e ciganas tomam o seu chamado "duche".
Tu és amor, um amor acabado, para recomeçar de novo. Amar-te é bom, mas melhor é comer uma boa feijoada. Mas tu és melhor..
Esses olhos, essas pupilas pretas, como as minhas, matam-me. É o que tens igual a mim (e a toda a gente, visto que é regra geral dos olhos).

Que mal te fiz eu?
Volta do Porto, e dá lucro na casa dos tolos."
Com amor, Adriana Gordinha
<3

1 comentário:

  1. Anónimo2/28/2013

    Somos mesmo lindas *-*

    adriana gordinha :f

    ResponderEliminar

--