Se alguma vez foste feliz não o soubeste,
e se o soubeste não soubeste quanto.
Manuel António Pina

Gosto de te fazer companhia mesmo quando não dás por isso.
Desconhecido
Amo-te às lágrimas e aos sorrisos, ciente e caprichoso, porque te quero minha e nem sempre te tenho porque ninguém pode ter outra pessoa. Mas eu entrego-me a ti, na medida em que me poderes ter, e quero ser feliz por isso. Abraça-me e verte-te em mim, colho-te nas duas mãos como água preciosa em deserto árido. Beija-me e não te afastes de mim, que o tempo se encarregará disso e o que ainda nos resta pode ser nosso e só nosso. A vida é fraca de mais para mim. Eu sou fraco demais para a morte. 
Desconhecido

Sem comentários:

Enviar um comentário

--